27.8.11

Uefa Super Cup: FC Barcelona 2-0 FC Porto, o rescaldo



Que derrota difícil de digerir amigos, mas "botem" difícil nisso, pois custou-me muito ver a equipa perder depois de tudo o que de bom/óptimo fizemos em campo...sendo tudo praticamente destruído por erros que não deveriam ter acontecido.

Que resultado mentiroso, face ao que se passou em campo, que desilusão.


Começo do outro mundo

Começa o jogo e o FC Porto encosta o Barcelona às cordas, jogando a equipa bem subida no terreno sem deixar os culés respirar, a dada altura alguém na minha mesa me diz "O Rolando está a jogar? Não me lembro de o ver, fantástico. Que bom sinal!".

Hulk teve aqui a sua melhor fase do jogo, em grande nível, deixando os rins de Adriano à beira do colapso total.

Mas perante tanto domínio, nesta fase, algumas oportunidades...e não conseguimos chegar ao golo.
O que numa final, perante a melhor equipa do mundo, é meia receita para o insucesso.

E um golo frente ao Barcelona teria dado um efeito brutal na partida, a história diz que o Barcelona perde de vez em quando, tendo normalmente um primeiro golo do adversário um efeito importante no desfecho.

Nesta mesma fase, o FC Porto dispôs de 2 ou 3 livres directos em excelente posição, situações que mais não servem para tirar a paciência a um santo.
Hulk pega na bola e desperdiça oportunidades de criar real perigo...
Também focarei a questão dos livres mais à frente...


Vítor Pereira, tácticas, estratégias e escolhas

Eu afirmei aqui que Vítor Pereira havia de ficar marcado a este jogo, independentemente do resultado final, pois iria criar uma imagem do que vale ou pode vir a valer  nestes "andamentos".

Pois bem, o FC Porto perdeu, mas a imagem de Vítor Pereira é mais valorizada e respeitada entre o universo Portista no dia de hoje do que no dia de ontem. Conseguiu isso.

Nem tudo foram rosas, já lá chegarei, mas chegamos ao fim e não vimos um "fraldinhas aka jesualdo" no banco.
Vimos uma equipa organizada, a jogar muito subida no terreno, com uma estratégia bem delineada.
A coragem e o trabalho que dará a equipa conseguir meter quase sempre a linha defensiva em linha a colocar os culés em off-side vez após vez e bem longe de Helton... merece um forte reconhecimento.

No antevisão abordei possíveis escolhas e estratégias, deixei a minha preferência, disse que Cristian Rodríguez e Kleber não fariam sentido para esta partida.
Vítor Pereira usou-os e deu no que deu.
Não conseguiram fazer aquilo que deviam, mas isso já se previa à partida que não o conseguissem, a questão é saber de quem será a culpa maior aqui.
Da SAD, do "mercado"?, de Vítor Pereira?

Chegamos a 26 de Agosto e tinhamos um puto "verde" a ponta de lança que ainda tem muito que suar para aguentar o peso da camisola e de um jogo destes, além de um dispensável e descartável Cristian Rodriguez que nunca havia contado até aqui  para coisa nenhuma. Nem para a Liga Portuguesa foi sequer inscrito.

Depois terrivelmente mal, esteve nas substituições, tarde e a más horas como gosto de dizer.
Muito tempo para mudar. E fê-lo mal, o que não abona muito a seu favor, mas sabe-se lá numa altura destas o que o fez optar pelo que optou...
Só será possível fazer leituras mais fiáveis depois de ver uma constância de comportamentos quanto a isso.

Livres.
Consta que é um pormenor de jogo que deve ser trabalhado e estudado nos treinos.
No FC Porto é um problema comum.
Há o artista da "época" que tem carta branca para fazer o que lhe apetecer, quando o pretender, hoje em dia é Hulk.

Se os treinadores não conseguem ou querem mudar este estado de coisas, resta pedir a Hulk que tenha a decência de se afastar das bolas paradas, pelo menos de vez em quando...isto enquanto não treinar devidamente ou conseguir melhorar a eficácia.


Freddy Guarín

Vacas Sagradas são na Índia!
Estragou o jogo. Deitou sozinho abaixo tudo o que se havia erguido com o suor de muitos!

O "ojogo" bate nele forte e feio, mas as culpas começam e acabam em Guarín»»»?

Se Fernando anda com "orelhas de burro" desde o início da pré-época, se Álvaro Pereira fica em terra, porque são jogadores que andam com a cabeça noutros lados...
...porque raio Guarín é titular sem discussão»?

É que concentrado não está. A jogar bem muito menos.

Um treinador tem de saber ver quem anda concentrado e focado e quem não anda.
Foi perceptível em vários momentos, para qualquer simples mortal, que o estado de espírito de Guarín era o de alguém que estaria melhor noutro sítio...

É certo que depois da borrada histórica que fez, sentiu-se (sobretudo na segunda metade) alguma vontade de cobrir a borrada, lá mandou um míssil que Valdés defendeu e que me parecia ir embater no poste (com sorte entrar..:) ).

Ao final, quis ir sozinho para o balneário, viu um vermelho e lá foi ele a caminhar como se nada fosse.

Que peso tem a SAD e Vítor Pereira em tudo isto? É difícil descortinar.
Foi um dos melhores jogadores da época passada, é um activo importante, mas o Guarín de ontem não é nada. É abaixo de nada!


Otamendi e Fucile

ENORMES, BRUTAIS, EXCELÊNCIA COM MARCA PORTO.

Exibições a roçar a nota 10!

Otamendi e Fucile!!! Parabéns rapazes.

Perto só Moutinho e Helton! Também fizeram um jogo a muito bom nível, no que lhes foi possível, parabéns também!!!


Messi

O melhor jogador do Mundo. O grande factor diferencial entre as 2 equipas.
Sozinho decide um jogo, numa nesga de terreno parte os rins a qualquer um, com dois toques na bola consegue romper uma equipa adversária.

Messi, What else?


Arbitragem

Dualidade de critérios gritante. Favorecimento ao Barcelona, à grande e à francesa, não é Platini?
Amarelos, faltas, tudo decidido consoante a cor das camisolas.

Arrelia a forma como os jogadores do Barcelona chegam a parecer umas Marias Amélias, ninguém pode tocar nas "meninas", a forma como são protegidas  pelas arbitragens potenciam o teatro e o sentimento de intocabilidade.

Dois lances para penalty na área do Barcelona, nenhum assinalado, um de forma impressionante!!!
A 10 minutos do fim, com 1-0 no placard e 11x11, ...

Uma vergonha!!!


Mercado

Palhaçada de mês. Nunca mais acaba.
A equipa anda numa instabilidade total.

Não se sabe quem fica, quem vai, quem chega.

O treinador anda a trabalhar sem saber com o que pode contar, 1000 estados de espírito diferentes nos treinos e balneário, reforços e não só a chegar às pingas.

Estágio na Alemanha e trabalho até aqui? O que vale?

Estamos a 27 de Agosto e ainda tudo pode acontecer. Sabemos lá o que por aí vem ou não vem.

Precisamos de um ponta de lança, de um trinco, claramente.

Iturbe, James, Defour, Mangala, Alex Sandro,...jogadores que ainda não começaram a trabalhar ou começaram há muito pouco tempo.

Mas algo muito importante. é que se não saiem aqueles que querem sair, como vão ficar e que consequências terá isso no grupo?
É que já temos experiência de saber no que isso dá...
É preferível meter esses "desanimados" desde logo a trabalhar sozinhos, bem longe dos outros, bem longe!!!!


Notas finais

Os efeitos da instabilidade provocada pelo mercado não teve influência na Liga e na Supertaça nacional, mas custou-nos uma Supertaça Europeia, podia ter sido bem diferente a história se a equipa estivesse estável e com as pedras todas.

Vitor Pereira tem cumprido e ontem deixou bons sinais, com um plantel estável e fechado, podemos augurar um grande época.

Só que a nossa real pré-época começa a 1 de Setembro...

Espero que estes dias corram bem para o nosso lado...

O próximo jogo é a 6 de Setembro, fora com a União de Leiria,  para a Liga Portuguesa.

2 comentários:

reine margot comentou

Se analisou correctamente que o mercado tratou de deixar a equipe sem opções, como pode depois dizer que o Vitor Pereira substitui mal? quem estava no banco? e, não me venha falar em james - provavelmente está de rastos e o treinador quer tê-lo para a época toda - ?
o que não temos este ano como tínhamos no ano passado e que fez a inveja das restantes equipas portuguesas é banco à altura.
ainda.

The Blue Factory of Dreams comentou

Eu a pensar que vinha falar do Falcao!

Basta ler o post de antevisão, anterior a este para compreender, julgo eu.

Belluschi deveria ter sido titular. Mesmo não o sendo, a entrar deveria ter sido muito mais cedo.
Vítor Pereira, discutindo-se as opções ou não, mexeu MUITO tarde.

No banco havia Defour, Djalma, pelo menos além de Belluschi.

Djalma não serve para nada?
Está lá desde o iníco dos trabalhos.
Varela está perto de zero, Cristian Rodríguez nunca contou para nada até ao momento e parece estar em dieta de bons queijos.
Djalma é explosivo e tem técnica.

Fernando que não contou para nada até agora entra naquele momento?
Viu-se o resultado.

James, que acabou um Mundial há relativamente pouco tempo e que regressou com antecedência para este jogo em concreto, com uma semana no Olival dificilmente...mas mesmo muito dificilmente poderia conseguir estar em pior forma do que Cebola ou Varela.


Mas como também disse no post, dadas as circunstâncias externas a Vítor Pereira, é difícil saber o que pode ter interferido com as opções que tomou.
É preciso observar uma constância de comportamentos e opções ao longo de vários jogos para poder aferir o que leva a certas opções.


Vendo de fora, o capítulo das substituições foi onde esteve claramente pior, quer pelo timing quer pelas opções.

A partir do próximo jogo a realidade´é outra.
É Setembro!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2010 The Blue Factory of Dreams | Premium Blogger Templates & Photography Logos | PSD Design by Amuki