11.4.11

Portimonense 2-3 FC Porto: Compromisso com a vitória

Maicon volta a marcar num jogo com muitas novidades

Portimonense: Ventura, Ricardo Pessoa, Ricardo Nascimento, Ruben Fernandes, Nilson, Hélder Castro (Pedro Moreira, 72), Wacaso (Pires, 58), Elias, Lito, Candeias e Kadi (George Mourad, 68).

FC Porto: Beto, Sapunaru, Rolando, Maicon, Sousa, Sereno, Belluschi (Guarin, 53), João Moutinho (Mariano, 58), Ruben Micael, Hulk e Falcão (Walter, 71).


Jogo à tarde, sol e bancadas compostas, que saudades!

André Villas-Boas surpreendeu-me, ao colocar Souza, ao apostar em simultâneo em  Rúben Micael e Belluschi, ao não descansar Hulk ou Falcao de início.

Jogamos num 4-4-2 de início, com um onze cheio de mudanças face ao habitual, mas de início ao fim a equipa mostrou que o objectivo era a vitória.

A primeira parte foi fraca, em muitos momentos parecia uma terapia do sono, quantos bocejos não terão havido...

Mas a segunda trouxe acção, 5 golos, imprevisibilidade no resultado. O 1º golo iria agitar o jogo, dizia eu desde cedo na partida, ninguém queria perder...

Hulk abriu o activo com um golo soberbo. O Portimonense consegui empatar aos 60 minutos, 3 minutos depois o Porto respondia por Falcao, o Portimonense empata outra vez e o Porto responde 2 minutos depois.

Isto demonstra a força, a vontade, o compromisso com a vitória de todos no plantel.

Ninguém quis outra coisa senão a vitória. Notável.

Não pode passar despercebido que o FC Porto encaixa 2 golos de canto, quando nunca havia sofrido nesse capítulo, com Rolando, Souza e Beto a ficarem muito mal na fotografia.Pode-se desculpar com o facto de estar lá muita gente nova, sem rotinas, mas aquilo não pode suceder.
Ao final um 3º canto não dá golo porque Beto sofreu uma falta, após uma má saída, senão podiam ser 3...de canto. Péssimo.

Palavra de apreço a todos os que se deslocaram a Portimão, deram cor ao estádio e voz à festa, fantástico!

Rúben Micael faz mais uma exibição anedótica. Não é o mesmo jogador. Faz por não merecer nenhuma oportunidade. Nãosei se faz de propósito ao não, mas não apresenta qualquer condição para discutir um lugar nesta equipa.
Com tanta gente a merecer espaço e tempo, faça-se justiça, Rúben Micael acabou para o FC Porto. Defina-se o seu futuro...

Andei a torcer nos momentos finais para que Walter marcasse um golito, podia ter entrado mais cedo, há-de ter oportunidades nos próximos jogos.

Ganhamos. 5 golos que animaram o jogo e a malta, venha o próximo, venham mais alegrias.

Golos do jogo

2 comentários:

BS comentou

Boa vitória. Valeu pela segunda parte.Gostei do colectivo, muita uniao e força de campeões.

Adorei ver o jogo com sol, farto de ver jogos nocturnos,...

Mais um passo rumo a uma época absolutamente histórica. FC PORTO

Dragus Invictus comentou

Bom dia,

Ontem como era de esperar não fizemos um grande jogo.

Villas-Boas face aos castigos, e face aos desafios da Liga Europa, poupou jogadores, dando oportunidade a outros para mostrarem se merecem ficar no plantel da próxima época.

Foi uma primeira parte paupérrima, em ritmo lento, com um Portimonense a necessitar de pontos que nada arriscava, e um FC Porto que sabia que face à nossa superioridade individual e às fragilidades defensivas do adversário mais tarde ou mais cedo marcaria.

Na segunda parte demos mais velocidade ao jogo, e com naturalidade chegamos à vantagem num fantástico golo de Hulk.

Poucos minutos depois sofremos um golo de bola parada, numa desatenção da nossa defesa que deixou Ruben Fernandes saltar à vontade.

Mas a superioridade do FC Porto fez nos voltar à vantagem no marcador, numa excelente jogada de combinação, culminada com uma excelente assistência de Ruben Micael.

Souza um dos que ontem não aproveitou a oportunidade, em mais um lance de bola parada não acompanha o salto de Mourad que restabelece o empate.

O Porto reagiu naturalmente e Maicon, o melhor elemento da nossa defesa no jogo de ontem carimbou a vitória num excelente cabeceamento.

Destacar pela positiva, Ruben, Hulk (melhor em campo), Maicon, Moutinho e Falcao que estiveram melhor que os seus colegas.

Pela negativa Souza que não agarrou a oportunidade, embora também tenha pesado o muito tempo de ausência.

Rolando também teve um exibição menos conseguida, deixando-se antecipar no primeiro golo do Portimonense, e esteve muito lento.

Sapunaru, Guarin e Belluschi cumpriram.

Sereno teve pela frente o melhor jogador do Portimonense, Candeias e foi resolvendo os problemas colocados. Notou-se a falta de rotina e entrosamento com os restantes colegas de sector.

Beto penso que podia ter feito melhor no primeiro golo dos algarvios, uma vez que a bola cai na sua zona de acção, de resto cumpriu efectuando duas grandes defesas.

Boa presença de público, e uma arbitragem sem erros.

Abraço e boa semana

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2010 The Blue Factory of Dreams | Premium Blogger Templates & Photography Logos | PSD Design by Amuki