2.9.11

Lista para a Champions põe a descoberto problemas do plantel


Jogadores inscritos para a Champions League


O post anterior é extenso e incide apenas e só no problema do "ponta-de-lança", pelo que aqui - quanto a isso - só importa realçar e confirmar aquilo que havia dito antes, Walter continua a não contar para o clube e o falhanço da contratação de um ponta-de-lança é muito mais do que uma evidência.
Vamos "atacar" a Champions League com um único ponta-de-lança, acabadinho de chegar da Madeira e que ainda mal aguenta o peso da camisola, que ou se transcende no imediato ou tem uma fogueirinha em lume forte à sua espera.


Não deixa de ser irónico que no ano em que o FC Porto deveria apresentar resultados do famigerado projecto 611, não haja um único jogador formado no clube para amostra no plantel principal, queimando-se assim 4(!!!) vagas de inscrição na Champions League.
Imagino que do Jornal "ojogo" não liguem a Antero a questioná-lo sobre isso.


Temos portanto aqui 2 dossiers em que o planeamento foi mau, ou pelo menos os resultados à vista são negativos, notória e inequivocamente.


É notório também que o FC Porto contratou muito, na maioria dos casos é consensual que se tratam de jogadores de grande qualidade ou com potencial para sê-lo, o problema é o critério das suas contratações e os desiquilíbrios evidenciados agora no plantel.

  • Os 23 milhões gastos num suplente de Álvaro Pereira que nem sequer foi inscrito na Champions e num jogador que só vem em Janeiro, falta saber se para o banco ou para a bancada, custam muito a entender a muito boa gente. Muito mais quando não se contratou um reforço para a posição mais carenciada e crucial do plantel, o badalado ponta-de-lança!
  • Com 4 extremos e 6 médios de qualidade inscritos, qual é a lógica de inscrição de Cristian Rodríguez? Vai ser o 5º extremo ou 7º médio? Para quê? Não conseguiram vendê-lo, fosse em que moldes fosse, acabou por ser mais um dossier falhado do defeso. Agora é inscrito pelo peso do seu ordenado? Quando está no seu último ano de contrato, disponível para assinar por qualquer clube em Janeiro, ainda estou para ver o que daqui virá...
  • Outro cenário que não serviu para abrir vaga a outro elemento foi na questão dos defesas-centrais. O nosso melhor elemento dos sub-19 (que podem ser inscritos na Champions) é precisamente Tiago Ferreira, defesa-central, que poderia ficar como 4ª opção em detrimento de Maicon ou Mangala.
  • Ainda hoje não compreendo como é que Castro não foi/é aposta do FC Porto! Um jogador de enorme qualidade, que sente o clube como nenhum outro que aqui está, formado pelo mesmo...eu e muitos outros continuaremos com a convicção de que Castro tem mais do que valor para fazer parte do plantel do FC Porto e ocupar uma dessas vagas que foram desperdiçadas. Se nem ele tem a hipótese, quem terá?
  • Contas feitas Walter, Alex Sandro e Iturbe ficam de fora, sendo as ausências mais notórias e controversas.
  • Walter se calhar merecia ser dispensado. Se alguém pensa que ajudá-lo é mantê-lo mais um ano encostado no Olival, fazendo-o sentir mais frustrado do que já estava, penso eu que deverá estar enganado. Que raio deve ter sentido o homem ao ver a lista?
  • Problema central, talvez o mais bicudo que Vítor Pereira tem entre mãos será sem dúvida a gestão dos egos e dos variadíssimos estados de espírito que haverão no plantel, onde será preciso muita sensibilidade para gerir tudo isso. Os jogadores que quiseram e até exposeram, até de formas menos próprias tendo inclusive andado afastados da equipa e dos jogos, sair do clube. Como será? Fernando para já perdeu a titularidade, será já um dos casos a saber como gerir, não se adivinha fácil.
  • Com uma notável melhoria qualitativa das segundas linhas em algumas posições, será difícil meter toda a gente a jogar, pesos-pesados na bancada ou no banco necessitam de muita atenção e cuidado na sua gestão.
  • Vítor Pereira não terá um caminho fácil. Ele próprio sabe que estará sob escrutínio cerrado de toda a gente, sendo o primeiro a levar "sarrafada" por qualquer coisa que corra menos bem, mesmo que tenha pouca ou mesmo nenhuma culpa. Do ponto de vista estratégico foi um erro a dimensão que deu à companhia e amizade do traidor nº1 do momento no FC Porto, já se ouviram muitas bocas e muitas mais se ouvirão se um dia houver contestação, diria mesmo que o seu amigo £ibra$-Boa$ não cometeria esse erro que ele ontem protagonizou. Amigo pode ser, o que se faz na esfera pública e as suas consequências exigem muita atenção e cuidado, neste momento é treinador do FC Porto e representa os Portistas.

3 comentários:

Daniel Gonçalves comentou

Concordo que precisavamos de um avançado "centro" (coloco entre aspas porque não sei colocar palavras a negrito nos comentários) para atacar a Champions, PDL é diferente de avançado centro, Huk é PDL mas não é avanç. centro, quando na temporada passada foi colocado a fazer de Falcão o rendimento dele é diferente.
Kléber esta verdinho para a Champions, falta-lhe experiência e traquejo, tem um futuro promissor mas nós precisavamos de um avançado com mais traquejo e habituado a marcar golos. Defrontar o Shaktar e o Zenith é mais complicado do que defrontar as equipas do campeonato nacional, e um avançado rotinado na posição era essencial, estamos na Champions - e logo no pote 1 - e não na Liga Europa, as responsabilidades e as exigências são outras. Penso que se apostou em demasia num nome - Damião - e quando não se concretizou o negócio, a Admin. ficou a ponderar os prós e contras das outras alternativas para o lugar.
Walter tem qualidade, mas está com problemas familiares - filha no hospital - tem de ser recuperado física e psicologicamente para ser uma alternativa segura a Kléber.
Há um pormenor no seu post que não está correcto: "Os 23 milhões gastos num suplente de Álvaro Pereira", o Alex Sandro não custou € 23 M mas sim € 9M, e depois até aceito que, para já, fique de fora da lista da Champions, primeiro tem de ganhar entrosamento com a equipa e adquirir experiência, em Janeiro já pode ser inscrito.

The Blue Factory of Dreams comentou

Daniel, muito obrigado pela visita e pela participação, concordo integralmente com a primeira parte do teu comentário.

Duas notas quanto ao resto:
Walter não conta, como não contava há um mês ou há sete, por razões que desconhecemos na realidade e que podem ser correctas ou erradas.

Quando falo nos 23 milhões refiro-me a Alex Sandro e a Danilo. Aos 2!


Um grande abraço!

ℙ℮₦☨∀➆➄ ♅ comentou

caríssimo,

penso que o nosso plantel está estruturado para um 4-4-2.
os dois últimos jogos da pré-época indicia(ra)m isso mesmo.

quanto à questão da (não) aposta na "prata" da casa, é mais uma acha sobre uma fogueira que dá pelo nome de "visão 6/11". mas actualmente deverá ser uma visão (muito) desfocada de tantas "diopetrias" que terá...


«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

Miguel | Tomo II

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2010 The Blue Factory of Dreams | Premium Blogger Templates & Photography Logos | PSD Design by Amuki