10.9.11

FC Porto 3 - 0 Setúbal: Magia e união entusiasmam o Dragão!



De início, o onze escolhido por Vítor Pereira só pecou a meu ver pela titularidade de Cebola, situação que tinha abordado na antevisão onde dei preferência pela opção Djalma.

O Setúbal, em contraponto com a opção do Leiria dias antes, optou por jogar sem ponta de lança...encostadinhos lá atrás...tentando ganhar todas as faltinhas e tendo como objetivo atacante tentar arrancar um canto.

A primeira parte não foi muito bonita de se seguir.
Porto por cima, 3 bolas ao poste em 7 miuutos de jogo, algumas oportunidades de golo mas quando as bolas começam a não querer entrar...o jogo foi ficando cada vez mais empastelado a meio-campo.
Para contentamento de Bruno Ribeiro e restantes vitorianos.

Mas se o FC Porto merecia outro resultado, o massacre tinha de intensificar-se, logo desde os 45`.
Para meu espanto Rodríguez continuou em campo...optando o treinador por transformar o meio-campo substituindo Souza por Moutinho...aposta que se revelou vencedora.

O FC Porto passou a jogar de forma muito mais acutilante e os golos tinham de chegar com naturalidade face ao volume ofensivo, foi o que se sucedeu, com muito bom futebol à mistura.

Todos os elementos do meio-campo em grande rotação, excelente desempenho mesmo, sendo que dois deles seriam mesmos os autores do primeiro e último golo da partida.
Belluschi está presente nos 3 golos da equipa, tendo facturado o último, Moutinho foi quem abriu as hostilidades com um bom golo que desbravaria o jogo.

Na frente o genial James ganhou outra dimensão quando se viu acompanhado por Hulk, Kleber ainda é peixe fora de água por vezes, o Cebola esforçou-se mais na segunda parte mas não chegou para me convencer.
Depois de ver os minutinhos a que Djalma teve direito...com menos dúvidas fiquei sobre quem deveria ter sido o titular...

James e Hulk têm tudo para ser uma dupla de sucesso. A jogada do segundo golo é soberba, mas a magia foi-se espalhando ao longo de várias jogadas, James e Hlk mereciam que outras jogadas tivesse um fim que as eeternizassem.

A equipa cumpriu. Muitos bons sinais evidenciados. Perto de 40000 Dragões saíram satisfeitos do Dragão, ansiando já pelo próximo jogo, que é já na terça.



Jogo muito complicado, frente a uma grande equipa, jogadores e adeptos devem ter bem a consciência que se trata de um encontro de enorme dificuldade.
E como é um jogo que apesar de ser o primeiro..tem grande importância no desfecho final.
Jogar em casa frente ao principal adversário pelo apuramento e conquista do grupo!!!

É difícil antever qual será a estratégia e a equipa a entrar em campo.
Opções há, muitas e boas, há que trabalhar e escolher bem.

Será importantíssimo o apoio dos adeptos para empurrar a equipa!!!


FORÇA PORTO!!!


* O Pitbull foi uma das atracções do jogo, pelo penteado e pelas chuteiras do Hulk que usou, tem muita simpatia no Dragão.

** O Walter tem a sua filha de regresso a casa. Força rapaz, trabalha para voltar ao campo agora, com a cabeça mais desanuviada!!!

*** Não falei do árbitro mas não me esqueço nem do seu nome nem da sua arbitragem. Deplorável.

4 comentários:

Czarli comentou

Concordo quase plenamente com a tua opinião, a unica parte que difere é que no final o Cebola conseguiu convencer-me. Ao intervalo tambem fiquei a pedir a sua saída mas lá entrou em rotação e acho que ganhámos jogador. Vou apenas por isso referir-me à arbitragem, nojenta. Sem outras palavras... A reuniao de Lisboa começa a dar sinais de vida. Como é possível que o arbitro não marque falta sobre o Cebola no lance anterior à recuperação do Belluschi qu'o Moutinho finalizou no 1º da partida?? Aquele lance foi um tiro que saiu pela culatra ao sr do apito. Como é possivel que o defesa direito do Setubal tenha acabado o jogo sem um unico cartão? Entre outros lances que quase sempre decidiu a favor do Setubal, sem contar um penalty sobre o Kleber ainda na 1ª parte, mas como ele não caiu e tentou continuar a jogada, fixe, ninguem se vai lembrar.

Mas começamos a mostrar bom futebol e lá resolvemos a coisa pelos nossos próprios meios.

Palavra de apreço ao Moutinho, Belluschi e Defour. Que grandes que foram. Vitor Pereira vai ter dificil tarefa de geri-los a todos, mas é uma boa dor de cabeça.

Saudações Portistas

P. Ungaro comentou

Boas,

Um grande jogo de futebol, daqueles que só é pena o arbitro terminar no tempo regulamentar. O FC Porto fez uma exibição fantástica, que só pecou pela escassez de golos, o treinador mostrou mais uma vez que escolhe os que estão melhores e não hà lugar cativo, e uma palavra para um miúdo James !!! que grande jogador. Uma nota especial para o meio campo, com especial incidência em Defour que se estreou a titular e demonstrou que acertamos mais uma vez.

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com

colunazul comentou

Boa tarde...,

Ontem mais uma vez mostramos a equipa que somos e tudo o que podemos fazer ao longo de todo o ano. Já estivemos bem melhor, temos trabalhado bem e caminhamos a passos GIGANTES para grandes sucessos.

Analisando a equipa:

Fomos bons, superiores...fomos PORTO! Mais uma exibição de enorme dignidade do Hélton, a experiência sempre a vir ao de cima, a "rebeldia" sempre presente e a qualidade inegável. Não sei se irá acabar a carreira no Futebol Clube do Porto ou no Vasco da Gama, a verdade é que terá a gratidão eterna por tudo o que aqui fez e será recordado como um dos melhores guardiões da história do clube. Tivemos vários excelentes mas este está num dos primeiros lugares. Álvaro Pereira ontem pareceu-me chateado com o Mundo. Mandou vir muitas vezes (com ou sem razão)... apesar disso não foi mau. Errou em alguns passes, falhou alguns cruzamentos mas está sempre lá. Sobe e desce no corredor como ninguém e esperemos ter este uruguaio o mais depressa possível como na época passada. Jorge Fucile, Jorge Fucile...é mais uma das mais valias dos corredores e bate o Sapunaru em quase todos os factores. Quase... porque não o bate num e no mais importante. Na parte defensiva tem de estar mais atento, mais seguro e não se adiantar tanto para depois se esquecer de vir atrás. Aí o romeno é superior. Mesmo assim foi positivo.

Rolando é o patrão da defesa e mais nada. No futuro e quando ele sair, podemos ter o Otamendi mas neste momento assume o lugar como ninguém. Seguro, sobe bem nos cruzamentos, ataca bem nos cantos e é uma voz de liderança lá atrás. Ontem fez mais uma excelente partida e ainda mandou uma bola à trave. Fico muito contente por não ter saído. Maicon? Estou cansado do brasileiro. Cansado, muito cansado. Muito inseguro, muito limitado...Pensei que no passado iria ter uma maior evolução mas pelos vistos não. Não se deve aguentar muito. O único factor que o pode ajudar é a idade mas mesmo assim os anos vão passando e se continuar assim, pode bem dizer adeus ao Futebol Clube do Porto.

A titularidade no meio-campo surpreendeu-me. Pensei que ia ser o Fernando a actuar a trinco (ainda pela que foi o Souza) e o Steven Defour, claro. Tiveram os quatro bem, com o maior destaque para o argentino, o belga e depois o internacional português. João entrou mais tarde e mostrou o porquê da sua intocável titularidade e ainda juntou um golo, Belluschi mostrou garra, força de vontade, atitude e abriu vários espaços, principalmente na fantástica abertura na jogada do golo do James. O Defour nota-se que é o menos ambientado mas mesmo assim já se faz notar. Mostrou que será uma opção mais do que válida e acredito que também ele vai lutar pelo lugar na titularidade.

O que mais me desiludiu infelizmente foi o Kléber. Acho-o um fantástico avançado e muito lutador mas ontem esteve muito abaixo. Teve pouca bola, procurou mas não conseguiu, ainda batalhou e teve o maior destaque no remate à trave da baliza de Diego. Fora isso...pouco, pouco, pouco! Cristián Rodríguez continua a tentar mostrar o porquê de ter ficado e está no bom caminho. Excelente frente ao Barcelona e ontem mostrou atitude e garra, características do internacional uruguaio. Gostei do que vi e espero continuar a ver. James? Começo mesmo a ficar sem palavras para o que este rapaz, note-se de apenas 20 anos faz. Já joga como se fosse o mais experiente de todos, dá grandes lições a muitos, mostra tudo e mais alguma coisa...QUE FUTURO BRILHANTE QUE POR AÍ VEM! Hulk? A única palavra para ele neste momento é o nome que todos lhe chamam. INCRÍVEL! Djalma? Dez minutos em campo mas não mostrou muita coisa. Mesmo assim é uma boa opção para o banco de suplentes.

Terça-feira já há novo embate e temos de estar todos preparados. SOMOS PORTO!

Cumprimentos,
Nuno Oliveira

colunazul comentou

* The blue factory of dreams

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2010 The Blue Factory of Dreams | Premium Blogger Templates & Photography Logos | PSD Design by Amuki