24.9.11

FC Porto 2 - 2 benfica: Empate FRUSTRANTE


Para começo de conversa...
Estádio cheio, claques e restantes adeptos em grande, o onze inicial foi o esperado com a única dúvida levantada por mim em discussão : o 3º elemento do meio-campo. Foi Guarín o eleito por Vítor Pereira.


Primeira Parte

Domínio claro do FC Porto. No entanto dificuldades para atacar decentemente no último terço do terreno, usou-se e abusou-se de bolas bombeadas na direcção de Hulk, que na primeira parte ainda conseguiu ser o desequilibrador e o maquinista de serviço.

Uma grande jogada de Hulk (que cruzou o campo e enviou um remate com selo de golo junto ao poste esquerdo da baliza de Artur), uma perdida inacreditável de Fucile (também defendida por Artur) e o golo de Kleber (numa bola parada) foram os lances capitais desta metade.

45 minutos volvidos e o FC Porto tinha uns 12 ou 13 remates contra 1 dos visitantes.
Domínio claro no jogo. Mas o resultado era de 1-0, obtido em bola parada, muito pouco. Muito curto para o que se passava.


Segunda metade


Hulk brinca onde não deve, visitantes empatam sem saber ler nem escrever, logo de seguida o FC Porto repõe a vantagem no marcador. Incompreensivelmente quem morreu com esse golo foi o FC Porto.

Uma resposta tão rápida e letal exigia consequentes momentos de sufoco para aniquilar a vítima. O FC Porto baixou os braços, desapareceu do jogo, o treinador uma vez mais não sabia o que fazer.

Se em Aveiro a estupidez foi tanta, onde as substituições foram uma espécie de símbolo maior da estupidez, neste jogo sentia-se medo vindo do banco em mexer...
O tempo passou...e o homem nada via nem nada fazia.
Depois faz mais umas substituições estapafúrdias, típicas de quem não sabe o que anda a fazer e já perdeu o controlo sobre o caminho que optou seguir, parece-me claro que o homem sozinho não dá conta de onde se anda a meter.

Com grande tristeza mas sem grande surpresa os visitantes chegam ao empate na recta final. Frustrante!!!

* Índices físicos vergonhosos.

* Tanta rotação, tanta mexida e já ninguém percebe a quantas anda, fazer o simples e prático não é com este inventor catedrático de Espinho.

* Mais um jogo, mais uma prova da nossa tremenda ineficácia, muitos ataques e muitos remates não trazem frutos.
Há dias o Shakthar com uns 7 remates conseguiu acertar quase tantas vezes na baliza como o FC Porto em mais de 20 tentativas.
Hoje uma equipa que pouco ou nada fazia marca 2 golos e empata um jogo que estava facilmente ao nosso alcance.

* Além dos maus exemplos de gestão do plantel, apresentar este nível de liderança técnica e motivação num jogo destes, mete medo.


Figuras

Fernando - A porcaria da treta do 6,5; 7; 7,5 espero que vá para o mesmo sítio que as cassetes dos jogos do Barcelona. Fernando é titular indiscutível em condições normais. Nem mais nem menos.

Hulk - Tentou, na primeira metade podia ter ajudado a resolver o jogo, não conseguiu e na segunda parte desapareceu. Problemas físicos evidentes. Mas é o nosso grande jogador.

Artur - Grandes defesas, em momentos cruciais, ajudou muito os visitantes. Tem estrelinha..

Jorge Sousa - Palhaço de serviço. Permitem que se faça disto no Dragão, pois ele parecia estar na Luz, péssimo. Dualidade gritante de critérios, provocação gratuita, imaginem na 2ª volta o que farão.
Evito desculpar resultados com arbitragens, prefiro sempre realçar os erros próprios que ajudaram ou levaram ao desaire, contudo não pode passar incólume mais uma roubalheira vermelha.


Estado da Nação

Preocupa-me o desnorte de Vítor Pereira. Ele começou a cavar uma cova e em vez de voltar atrás e ganhar juízo, parece ter arregaçado as mangas e começado a escavar com mais força, ou alguém o chama à atenção ou vai dar (literalmente) merda!

2 empates em 2 jogos. Não é habitual, não é o fim do mundo, mas as circunstâncias são alarmantes.
Asneiras, invenções, equívocos ao cubo que criam instabilidade.

Não há razão para este estado de coisas. Um plantel valiosíssimo, um clube mais do que estável, isto não é sequer admissível!

Vem aí um jogo importante da Liga dos Campeões, seguido de uma deslocação a Coimbra, é hora de acabar com devaneios, invenções, asneiras.

Simples, prático, objectivo. Jogarem os melhores, encostar os piores, no sistema mecanizado do FC Porto.


4 comentários:

100% Dragão comentou

Boas

Não vale a pena dramatizar, até porque ainda somos lideres, mas hoje estou oficialmente preocupado.

O Vítor Pereira dá ideia de estar meio perdido (isso é o que me preocupa), esperemos que ele consiga dar a volta. Os próximos jogos são importantes para o Porto e especialmente para ele.

Colocar os melhores e Inventar o menos possível parece-me ser uma excelente ideia neste momento.


Abraço

http://100porcentodragao.blogs.sapo.pt/

Dragus Invictus comentou

Bom dia,

O resultado de ontem sabe a derrota.

Depois de uma primeira parte bem conseguida, mas sem eficácia atacante, na segunda parte voltamos ao nível exibicional de Aveiro.

Está bem que o Benfica teve sorte em obter o golo na entrada do segundo tempo, mas também é verdade que foi muito por inépcia nossa.

Vítor Pereira deu a entender que só temos pernas para meio tempo ... bem isto é preocupante.
Não temos capacidade para gerir o jogo depois de estarmos em vantagem, falta-nos qualquer coisa, e não é só o alegado fantasma Falcao.

Kléber é a segunda partida consecutiva que sai ao intervalo, por problemas físicos. Walter não tem ritmo competitivo, Iturbe não é convocado, e ontem Hulk não devia estar a 100% fisicamente, pois Hulk de cansaço não padece ... tem pulmão para 90 minutos ou mais.

Assim na segunda parte o Porto eclipsou-se. Varela e Hulk deixaram de desequilibrar, e a partir do momento que VP retira Guarin, e o Benfica coloca Bruno César, perdemos o controlo do miolo, e o golo do empate encarnado advinhava-se...e aconteceu.

Destaques individuais para Otamendi e Guarin os melhores em campo. Fernando e Moutinho também cumpriram e trabalharam imenso.

Espero que a equipa técnica consiga recuperar fisicamente a equipa, e que estabilize na escolha do motor de qualquer conjunto, que é o seu meio-campo. Defour de titular e opção regular, passa a não utilizado.

Os adeptos que se deslocaram ao Dragão e que apoiaram a equipa não mereciam este resultado. A equipa tem de puxar pelo público também.

Abraço e bom fim de semana

Paulo

pronunciadodragao.blogspot.com

João Pedro comentou

OH MY GOD!!

Não há quase nada de jeito neste post inteiro, e sou portista. Guarín é o homem do jogo, foi essencial, o Porto empatou porque ele não tinha pernas para mais. O Vítor Pereira não podia fazer mais, e em termos de liderança, ele tem-na, não duvidem disso.

The Blue Factory of Dreams comentou

Infelizmente o João Pedro vê o que mais ninguém vê, mas se calhar até tem razão quanto à avaliação do meu post, partilhe mais vezes a sua opinião. Cá estamos para aprender!

Dragus e 100% com a qualidade e elevação habitual. Tremendos!

Abraços

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2010 The Blue Factory of Dreams | Premium Blogger Templates & Photography Logos | PSD Design by Amuki