22.1.11

Beira-Mar 0-1 FC Porto: Vitória que merece reflexão

















Eu já muito tinha escrito sobre este jogo, avizinhava-se um confronto difícil, mais difícil do que a grosso modo ouvia os Portistas a prevê-lo.

Ganhámos, era o que interessava e isso foi conseguido, muitos ficarão por aí e desprezam e esquecem o resto rapidamente. Eu não, porque acima de tudo nada do que correu mal ou menos bem foi novidade, tem vindo a acontecer não raras vezes.


- Os índices físicos e psicológicos demonstrados pela equipa do FC Porto no relvado de Aveiro seriam condizentes com uma qualquer eliminatória "chata", numa taça sem interesse, com um adversário de divisão secundária.
Um jogo tão importante, com um grau elevado de dificuldade, na competição mais importante para o clube era afinal o que estava em jogo. E aqui temos um problema.

- Como venho dizendo repetidamente e parece-me um facto evidente aos olhos de qualquer um...esta equipa sem Falcao é muito diferente para pior, esta táctica de jogar sem ponta-de-lança colocando Hulk no meio penso que já deu todas as indicações de não resultar bem, hoje foi repetida...
Meter Hulk ao meio é um erro de todo o tamanho, o Varela esteve uma nulidade absoluta durante todos os minutos em que esteve em campo, o treinador demorou imenso a substituí-lo...
Nada disto é também novidade, por isso muitos queriam e previam Walter a titular, ficou no banco...e continuamos sem 3º avançado.
Acho que é arriscar demais...já não sei que mais diga quanto a isto...

- Temo que Rafa se tenha tornado mesmo numa espécie de obsessão de André Villas-Boas, o rapaz já mostrou que não pode ser titular desta equipa e que nem sequer fez por merecer todas as oportunidades que já teve, mas continua a aparecer...
A minha tensão aumenta só de saber que está em campo. Hoje ia prejudicando-nos em 3 ou 4 lances que me vêm rapidamente à cabeça, erros que não nos deram derrota ou empate, mas que mais uma vez não podem passar em branco.
Na primeira metade manda um adversário ao chão numa situação que estava controlada pelo Rolando(penso), não levou o amarelo que merecia(ouvi quem temesse um vermelho). Há um lance em que tropeça sozinho e deixa um avançado de Aveiro isolado perante Helton, felizmente o árbitro pensou que ele tivesse caído por sofrer falta, há gajos com sorte...
O Beira-Mar sabia que ali estava a porta mais fácil de abrir e investiu ali. Não sei que mais dúvidas possam subsistir  quanto a esta aposta falhada.
Eu sei que foi o técnico a trazê-lo de Coimbra, mas isso não o faz mais do que os outros, sem Álvaro é Fucile o titular. Se não o querem, comprem outro, Rafa é que não pode ser.

- Marcamos através de uma grande penalidade. Mais uma vez não conseguimos ter uma taxa de eficácia aceitável perante as ocasiões que criamos e continuamos mal no capítulo das bolas paradas, os cantos são um exemplo flagrante e irritante.

- Mantemos um registo incrível, a distância para quem vem atrás, uma época fabulosa. Mas há falhas, erros, problemas que merecem atenção e reflexão. Não se pode "dormir" à sombra do registo de vitórias. Hoje não perdemos 2 nem 3 pontos, contra o Setúbal por exemplo também não, isso está longe de querer dizer que está tudo bem. Tudo perfeito.

- Preocupou-me ver esta exibição particularmente. Vem aí um calendário exigente e difícil. Decisivo. Não se pode abordar os jogos desta forma. Os índices físicos e psicológicos têm de estar muito acima disto, estou longe de falar de ópera, mas do exigível.

- Não falei nem quero dar muita atenção à arbitragem e à agressividade dos Aveirenses porque isso é distracção do essencial. No fundo tudo isso era mais do que previsível e nem assim a equipa se apresentou devidamente.

5 comentários:

Foot-Blog comentou

Ó Mundo Azul, não seja tão pessimista! Não foi opera, mas também não foi Emanuel (com todo o respeito...). Que possamos estar sempre tão "insatisfeitos" como hoje, desde que o resultado seja sempre a vitória!

Um abraço, Foot-Blog

Mundo Azul comentou

Este jogo irritou-me particularmente. Se fosse caso único, passava-me rapidamente. Ganhamos mas temos problemas que não têm sido resolvidos convenientemente.

Um abraço!!!

Mundo Azul comentou

Já agora 3 notas adicionais:

- Lucho Gonzalez presente no Municipal de Aveiro. Que bom revê-lo, que bom sentir a ligação ao clube, El Comandante que nunca devia ter saído.

- Pelo contrário não gostei de ver a menina Fernanda, de filho no colo, atrás do presidente na tribuna Presidencial do estádio. Eu não tenho nada a ver nem tão pouco quero saber da vida amorosa do Presidente. Só que isso já nos trouxe graves problemas e acho de uma enorme insensatez misturar com a vida do clube.
Já a ex-Filomena que se tinha aliado ao Vieira anteriormente e que se casou outra vez com o Presidente, voltou para exercer funções no clube. Obviamente fui contra. Já é ex outra vez e já temos outra presença nas tribunas. Enfim.

- O NAcional, adversário de 4ªfeira, tem debilidades. MAs ia consguindo virar um resultado na Luz estando a perder 3-0 perto do fim. Não chegou, mas avisou e assustou tudo por lá. Dizem-me que terá havido casos de agressões, vamos esperar para ver, já no que nos toca...temos de ser muito mais fortes na quarta!

Armando Pinto comentou

Vencemos e de forma justa, ainda bem. Vitórias no futebol e no hóquei, felizmente.

Para a comunicação social que pode aparecer com dúvidas no penalty do nosso golo, como já li no correio da manha (é propositado o erro ortográfico...), pergunto se não houve dúvidas na anterior queda do Rolando, por exemplo.

Além da agressão do papa-chiclas (vamos a ver se alguém viu...),ficamos ainda a saber que o Rio Ave teve 3 jogadores expulsos... ou seja antes do jogo da taça com o clube do regime... e esta heeemmm?!

http://longara.blogspot.com/

Mundo Azul comentou

O penalty não pode deixar dúvidas a ninguém, a não ser que seja alguém que o analise com óculos de anti-Porto, além desse vi mais 2 situações que ficaram por assinalar na área dos anfitriões.

Acabei de ver as imagens do final do jogo na luz, clara agressão do treinador ao jogador Luis Alberto, no centro do terreno e gravado pelas câmaras de TV.

Vamos ver agora o circo da dualidade de critérios...e os clamadores da justiça desportiva do costume...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2010 The Blue Factory of Dreams | Premium Blogger Templates & Photography Logos | PSD Design by Amuki