10.1.11

A vergonha da novela "Ronaldinho"


Ronaldinho é um dos jogadores que mais admirei nesta última década, uma fábrica de sonhos que nos deliciava com momentos únicos de técnica pura, com a cereja em topo do bolo. E a cereja era o seu estado de espírito em campo, sempre presente, o seu sorriso. Contagiante, poderoso, era impossível ficar indiferente a algo que parecia aqui e ali estar acabado. A alegria de jogar futebol estampada no rosto de um astro, sempre, qualquer que fosse o cenário.

Ronaldinho conquistou 2 bolas de ouro, muitas vitórias e marcou muitos golos. Esteve nos melhores palcos do mundo e como está longe de ser perfeito, chegou o momento em que acabou definitivamente para o futebol de primeira linha, está numa fase em que precisa mais de mulheres e álcool. O Milan já não era camisola para sustentar tal coisa, então estava na hora de mudar de rumo, basicamente o que ele tem para dar de momento é o nome para merchandising e umas imagens aqui e ali do talento que deliciou o mundo.

Opções seriam mais do que muitas: "States", Médio-Oriente, Japão,...e muitos clubes europeus certamente dariam bom dinheiro para poder vender a marca Ronaldinho. Mas ele quis o Brasil, queria regressar, não haveria melhor cenário para ele. E é aqui que começa a burrice e a pouca vergonha.

Fez juras de amor ao Grémio, prometeu ir ajudar o seu clube do coração sem olhar a dinheiro, o clube adorou a ideia e abraçou-a com toda a força. Entretanto o tonto do seu irmão andava a tentar leiloá-lo a todos grandes clubes no Brasil, Palmeiras e Flamengo foram os que entraram a sério na novela, entre jogos mais ou menos sujos.
Enquanto brindava o fecho da negociação com os dirigentes do Grémio com champanhe, Assis comunicava com o Palmeiras e Flamengo, perpetuando o leilão. A coisa ultrapassava os limites do ridículo dia após dia, marcaram-se conferências de imprensa para não dizer coisa nenhuma, tudo era válido para pressionar os interessados no leilão.

O Grémio levou com um belo "par de cornos" e um punhal de prata nas costas, o Palmeiras tentou fazer as coisas minimamente decentes, acertando tudo com Milan e jogador...mas depois quem fica com o jogador é o Flamengo. Que foi quem acedeu aos jogos mais sujos e aos pedidos mais obscenos do tonto irmão de Ronaldinho...o tal Assis, que já foi jogador do sporting lisboeta.

Depois do Ronaldo (fenómeno/gordo) que regressou ao Brasil fazendo juras de amor ao Flamengo e acabando no Corinthians, temos o Ronaldinho que conseguiu ser pior ainda, pois não esperava isso dele em concreto. Pensei que ele fosse mais capaz de fazer um acto como o de Verón quando regressou ao seu clube do coração na Argentina, do que os vulgares mercenários.

Ronaldinho podia ter um final pacífico, com mais fãs do que os que já tinha, possivelmente e com a conta bancária bem recheada de qualquer forma. Preferiu este caminho. Da minha parte leva a minha reprovação e o meu desprezo quanto ao seu futuro e à sua postura.

No Rio Grande do Sul, exigem que se deixe de tratar o mercenário por "Gaúcho", já que se trata de uma ofensa a todos os Gaúchos. No Palmeiras ninguém o pode ver, Scolari ficou louco com a situação, por todo o Brasil e por todo mundo perdeu um grande número de admiradores com isto.

São opções. Que como todas as outras têm consequências. Como diz o Milton Neves no seu blogue, pode ser que lhe aconteça o mesmo que a Vampeta, o Fla finge que paga e o jogador finge que joga.

1 comentários:

4cantoseventos comentou

Olá caro amigo,
Vergonha é pouco para relatar o que Assis e Ronaldinho protagonizaram esses dias. Em qualquer lugar do Mundo eles não fariam isso. Agora depois do fim da nova, vamos esperar que o Ronaldinho entre em campo e possa mostrar o futebol dele que o consagrou em 2003 a 2007.
Para tantas picaretagens sem dúvida o Flamengo era o único clube que realmente Ronaldinho poderia jogar. Um clube que tem sua divida em torno de 120 milhões, não consegue pagar os seus funcionários em dia e pior maltrata os craques do passado. Esse é o ambiente para onde vai Ronaldinho Gaúcho.
O contrato dele termina antes de começar a Copa em 2014, se ele quiser jogar a Copa terá que mostrar muito futebol. Aquele futebol que ele perdeu nas noitadas de Barcelona que o levaram ao declínio.

Um grande abraço,
André Soares
Futebol Alegria e Debate
www.andressoares.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2010 The Blue Factory of Dreams | Premium Blogger Templates & Photography Logos | PSD Design by Amuki